Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Bendita Luz do Reino Central

Salve Deus!
Oh! Bendita Luz do Reino Central! Força absoluta que vem de Deus misericordioso.
Emite em meu coração, para que eu possa conservar a tolerância de compreensão, Que todo amor fraternal da herança transcendental, possa impregnar o meu sol interior, fazendo-me sentir o prazer deste mundo, que ainda vive o meu plexo físico.
Emite, também, Oh! Simiromba, meu Pai, o meu anodaê, que me dá alegria de viver e fortalece os três reinos de minha natureza.
Oh! Grande Oriente de Oxalá! Faze com que as forças se movimentem em meu favor e com elas, eu possa deslocar-me para outros mundos, também, em favor de alguém menos esclarecido ou que, Necessitado da força luz do Jaguar, possa dispor do meu amor.
Oh! Simiromba, meu Pai! Esta e a hora de minha meditação e, que me faz lembrar os meus entes queridos, os meus amores e aqueles que se dizem meus inimigos. Sinto as forças que se deslocam e se projetam em todo o meu ser, fazendo-me feliz.
Salve Deus! A Mãe em Cristo,
TIA NEIVA VALE DO AMANHECER – DF.…

Os Mistérios da Iniciação

Não devemos comentar o quê passamos ou observamos no Castelo de Iniciação. Não é que se quebra “uma promessa” e sim se quebra o encanto!
A Magia da Iniciação deve ser preservada! Somente poucos Mestres e Ninfas, efetivamente responsáveis por este trabalho é que devem ter acesso a este setor do Templo.
Não podemos de forma alguma gerar temor no Aspirante, mas devemos incentivar sua concentração e mediunização. Fazer que viva intensamente os momentos de sua Iniciação, que ficarão marcados em toda sua vida física e em sua memória transcendental. Um toque de mistério, uma saudável expectativa, mas nunca despertar o temor do medo pelo desconhecido! Deve ficar claro que não passarão por nenhum tipo de constrangimento ou perguntas inapropriadas.
É um momento mágico que não deve ser quebrado! Somente se pode voltar ao Castelo de Iniciação, após ter feito a sua, quando for Padrinho ou Madrinha, e ainda assim irá a um Castelo diferente do que participou como Iniciante. A exceção, repito, fica por …

O Confessionário

Genésio chegou na lanchonete, pediu o cafezinho e juntou-se aos outros jaguares que conversavam animadamente sobre a última reunião de escalas.


- E aí pessoal? Salve Deus! Sabem da última? O Serginho vai abrir um templo! Imagina, com aquela ninfa metida a chefe que ele tem...


Os jaguares cerraram as expressões. Após o choque, um deles perguntou:


- Salve Deus, mestre! Mas de onde você tirou esta idéia?


- Acabei de sair dos tronos e ele passou comigo. Como é que pode um tipo daqueles querer assumir uma missão como esta? Ainda mais com a ninfa que...


Não pode terminar a frase, um dos mestres levantou-se abruptamente empurrando a cadeira e saiu sem falar nada. Outro disse “Salve Deus” e retirou-se também constrangido.


- Mas o que deu neste povo? Perguntou Genésio ao único que ficara na mesa.


- Meu irmão! Como é que você faz uma coisa destas?


- Só comentei o que tudo mundo em breve vai estar falando por aí. Aquele camarada não tem a menor condição de...


Novamente foi interrompido por um “Salve Deus…

O quê é Proselitismo Religioso?

Quando ingressamos na Doutrina do Amanhecer uma das recomendações que recebemos, já na palestra inicial, antes de fazer o teste mediúnico, é para não praticarmos o proselitismo religioso. Fala-se que em nossa Doutrina não praticamos tal atitude. Devido a palavra ser tão diferente de nosso vocabulário diário, surgem dúvidas a este respeito: Mas o quê é proselitismo religioso?
Poderíamos buscar a origem desta expressão nos antigos escritos bíblicos e chegarmos até sua aplicação atual, dentro das mais diversas religiões, mas vamos nos ater ao sentido prático do ato de realizar o proselitismo religioso.
Proselitismo é a divulgação, a insistência em querer incutir na cabeça das pessoas um dogma, uma crença, um sistema religioso, mesmo que contra a vontade dos outros. Este “pregador” é um verdadeiro incômodo aos demais, pois eles são insistentes, pragmáticos, quase beirando ao fanatismo e muitas vezes fanáticos assumidos.
No texto anterior, “Aprendendo com vocês”, me referi a empolgação natura…

O quê quer dizer gregorinho?

O termo “gregorinho” surgiu para nomear os fofoqueiros, criadores de intrigas e semeadores de mentiras, ilusões e parcialidades. Tia Neiva mesmo usava esta expressão para denominar estes que ainda vivem no conflito de suas energias.
Atenção, meus filhos!
Temos visto muitos “gregorinhos” e “gregorinhas” por aí, sempre contando novidades – na maior parte mentiras –, espalhando o ódio e a desconfiança entre esposa e marido, desfazendo lares, gerando desequilíbrios.
Isso é muito perigoso.
Quantos, ao chegarem no dia de prestar contas, vão verificar que, com suas línguas, cortaram o carma de outras pessoas, e não poderão por a culpa em ninguém, senão em si próprios, no seu coração ainda em evolução...
Tia Neiva, sem data
Origina-se da história “Almas Gêmeas” contada por Tia:
Mas a Lei de Causa e Efeito sempre está em vigor. E um preto velho, chamado Gregório, que muito havia sofrido naquela fazenda, a mando do sinhorzinho, soube da existência daquela criança e descobriu toda a situação. Impul…

O PRIMEIRO COMANDO DA ESTRELA CANDENTE

Relendo meus guardados, buscando a inspiração para o longo dia que foi hoje, deparei-me com um texto do Adjunto Otalevo que, após relê-lo não pude resistir em publicá-lo. Primeiramente pelo grande apreço que tenho por este Comandante e também, por citar já no começo, o Mestre Roberto Roque, que há tempos não atualiza seu blog. Quem sabe assim ele desperta para fazer outros questionamentos que possam transformar-se em textos tão bem escritos como este. Além citar também a Teresinha, pessoa a quem conjuntamente admiramos, e a quem minha Ninfa dedicou sua primeira apresentação em PowerPoint fora de seus estudos (publicada neste blog).
Kazagrande
Vou contar esta história atendendo a um pedido do mestre Roberto Roque. Na verdade, foi uma ameaça. Ele me disse que se eu não contasse, ele contaria lá do jeito dele. Achei melhor não correr tamanho risco.
A Estrela fora inaugurada há poucas semanas. Não existiam ainda Comandantes Janatã, sequer adjuntos. Nós, consagrados como Mestre Luz, sob o C…

Conhecendo Pai João de Enoque - 01

Até pouco tempo atrás eu era muito “cabreiro” com Pai João. Tinha medo de encontrar com ele. Parecia que de algum modo já pressentia que nosso encontro daria para uma guinada em minha vida.


Desde meus primeiros passos na Doutrina já ouvia: Paio João é razão! Com ele não tem moleza! É o executivo de nossa Corrente nos Planos Espirituais, zela pelo andamento dos nossos trabalhos.


Nas leituras também podia encontrar passagens que me deixavam ainda mais receoso deste encontro...


Para terminar de deixar-me ainda mais cabreiro, meu primeiro encontro com ele foi justamente em um trabalho de Julgamento, em minha primeira prisão. Ao passar por ele, no momento de retirar a ataca, ele ergueu a mão e disse: “Meu filho, continue lutando pela sua libertação!”.


Pronto! Já tinha sido uma semana em que tudo que podia dar errado, tinha acontecido, e chega na hora da libertação, vem uma mensagem destas??? Senti-me preso de novo... Ai meu Deus!


Passaram-se muitos anos até que tive um novo encontro. Não vou di…

O EMPLACAMENTO DO APARÁ

Sim, meus irmãos! Como é difícil sentir-se digno de ser um receptáculo da majestade divina! A consciência que tanto os protege na incorporação, também fomenta a dúvida e aumenta ainda mais a já tão grande responsabilidade.
Visando trazer um pouco mais de esclarecimento para este tão extenso tema, volto a tecer alguns comentários sobre o desenvolvimento do Apará.
É preciso todo o carinho e segurança ao tratar com estes médiuns responsáveis pela Voz Direta. Principalmente com os Ajanãs, que por sua condição masculina e predisposição natural a liderança, sentem-se inicialmente confusos com sua tão distinta participação em nossa Doutrina.
O Doutrinador tem a função de comando, de dirigir e expandir seu espírito científico, mas o Ajanã foi poupado da responsabilidade dos comandos para carregar em suas costas unicamente a missão que lhe é confiada. Não necessitando se imiscuir em outros problemas. Deve ter a tranqüilidade de não precisar preocupar-se com todo o restante, vai ao templo apenas p…

Pai João – A Peneira – parte 02

Venho lhes pedir uma vez mais para que não julguem jamais aos seus irmãos! Ninguém sabe o quê se passa na consciência de cada um. Não se pode determinar o certo e o errado apenas pelo que acreditamos ser certo. Quantas vezes cada um de vocês já mudou de opinião? Lembrem de vosso passado recente! Porque se pudessem recordar das outras vidas teriam tanta vergonha que não poderiam enfrentar sequer vossos familiares. Deus dá o dom do esquecimento para nosso benefício! Mas também desperta nossa consciência para podermos entender que as falhas do próximo não são diferentes daquilo que ocultamos em nossos pensamentos.
Nosso Amado Jesus falou que não pecamos apenas por ações, mas que nossos pensamentos igualmente nos fazem culpados. Disse isso porque a cada pensamento uma energia se desprende e vai de encontro aos nossos desafetos, provocando a dor, o mal-estar e por vezes alimentando um cobrador que pode passar a ter forças para provocar uma desgraça. Meus filhos, não aumentem seus karmas! Nã…

Sentimentos

Em nossas vidas as emoções trazem as maiores provações para o espírito encarnado.
Se observarmos com atenção iremos verificar que a maioria absoluta de nossas aflições somente acontecem no plano mental/emocional. Sofremos por antecipação qualquer situação que consideramos negativa. Nos apegamos a pessoas, a coisas, a desejos... e não percebemos que todo apego nos faz sofrer!
Nossos sentimentos de posse, de amor obsessivo, nossas fantasias, tudo conduz a expectativas que nem sempre podem ser realizadas pelo simples motivo de envolver o sentimento e o processo criativo de outras pessoas.
Cada um tem sua jornada na própria Individualidade! Não sabemos sequer do planejamento de nosso próprio espírito, que tantas vezes contradiz a conduta de nossa Personalidade atual, portanto não há motivo racional para sofrermos com frustrações trazidas pelo comportamento de outras pessoas, cujo planejamento pode estar ainda mais distante do que imaginamos.
Uma das máximas deixadas por Tia Neiva era que jam…