Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Mensagem de Pai João - Junho de 2013

Meu filho Jaguar de meu coração, Salve Deus!
As conquistas na grandiosa Doutrina do Amanhecer somente se processam pelos vossos merecimentos e pela vossa sintonia. Vossos Mentores ficam muito felizes ao vos conduzir a um Castelo de Iniciação, é uma verdadeira festa espiritual, pois aqui na Espiritualidade comungamos as vibrações de amor emitidas uns pelos outros, e juntos celebramos o grande amor vivido em cada passo Iniciático.
Este nego velho, na total simplicidade que esta roupagem de escravo simboliza, vem agradecer a oportunidade dada a tantos filhos de Seta Branca que marcharam com segurança nesta realização.
Agradeço àqueles que na força decrescente de seu Adjunto assumiram o compromisso de doutrinar e emanar nossos irmãozinhos ainda retidos no plano etérico, realizando as libertações e trazendo de novo a esperança da evolução.
Nunca esqueçam, meus filhos, de que juraram perante este pai amoroso que vos acolheu! Seta Branca será para sempre um pai que vibra na mais alta esfera da ev…

Página no Facebook

Meus irmãos e irmãs, Salve Deus!
Nossa Página no Facebook http://www.facebook.com/exiliodojaguarmudou!
Devido ao fato do perfil pessoal do Exílio do Jaguar ter ultrapassado os 5.000 amigos, para não precisar ficar criando perfis 1, 2, 3, etc., unificamos o perfil pessoal à página oficial do Exílio do Jaguar.
Nesta página no Facebook estarei diariamente publicando textos que já foram anteriormente publicados aqui no site, no decorrer de seus três anos de existência.
Aqui no site também haverá mudanças, mas serão publicados apenas textos novos.
Registro meu agradecimento público a jovem Mylena Ribeiro que me auxiliou nesta empreitada, encontrando a solução para poder seguir recebendo novos amigos no Face.
Um fraterno abraço, Kazagrande
E-MAIL: kazagrande@bolivia.com FACEBOOK: http://www.facebook.com/exiliodojaguar SITE: www.exiliodojaguar.com.br
BLOG: http://exiliodojaguar.blogspot.com/

Texto Novo - Relato de Tia Neiva

Paulo, um jovem médico, perdeu sua filha de oito anos.
Vivia pelos cantos, desesperado, porque, apesar de ser um Jaguar (espírito  de Jaguar, mas não membro de nossa Doutrina), não acreditava na vida fora da matéria. Sofria terrivelmente a perda de sua filha. Passava horas com sua esposa ou em lugares escuros.
Certo dia, uma família espírita na qual Paulo nunca acreditara, ensinou-lhe o que fazer: uma pequena mesa forrada de branco, um copo com água, um pequeno jarro de rosas (de que a menina tanto gostava). E ali ficaram, à espera do que poderia acontecer.
Súbito, ouviu-se um soluço e, logo depois, a vozinha esperada, que disse: “Paizinho, vim buscar meu cordãozinho que o senhor me deu quando nasci! Sim, pai, lhe vejo todos os dias, quando está pensando em mim!...”
“Sim, filha! - disse o homem, que até então não acreditava - Vou buscar. Está no cofre...”
“Não, pai, já está no meu pescoço. O senhor não o encontrará mais! Voltarei, paizinho, para este lar tão logo me permita Deus!” 
Pa…

Texto Novo - A SIRENE DO TEMPLO

Temos conhecimento de que os horários precisam ser obedecidos para o Trabalho espiritual, com precisão, uma vez que o Mundo Espiritual age e exige esta precisão para o êxito das manipulações necessárias aos benefícios dos encarnados e desencarnados.
No Plano em que vivemos é comuns o desrespeito aos horários e os atrasos são sempre justificados ou justificáveis; quantas vezes deixamos as pessoas nos esperando, quantas vezes esperamos outras pessoas. Porém, para a espiritualidade isto não é justificável, pois para a realização dos nossos Trabalhos, se deslocam para o plano terrestre, Cortes, Falanges, Legiões, com uso de grande carga energética e isto demanda muito esforço, que não pode ser desperdiçado por atrasos de encarnados que se “distraem”, se detém por questões que poderiam ser resolvidas em outros momentos.
Procure fazer o possível para cumprir os horários dos Trabalhos, conforme determinado na Corrente. Tendo consciência que você já está "EM TRABALHO" desde sua saída …