Pular para o conteúdo principal

Porque “Exílio do Jaguar”


Atualmente resido na Bolívia. Vim para cá com a família (esposa e duas filhas), para realizar o sonho de minha companheira: Estudar Medicina!

Ao meu lado ao longo de tantos anos, nada mais justo do que retribuir um pouco do muito que ela já me proporcionou. Mesmo sendo muito difícil largar tudo, um bom emprego, uma vida razoavelmente estabilizada, para aventurar-me em um país de idioma e costumes diferentes.

O nome “Exílio do Jaguar” foi escolhido porque assim definia bem meu sentimento: Exilado dos que amava e necessitando urgentemente reatar o contato.

Lembrava-me do Jangadeiro Solitário, que Tia Neiva visitava no início de seu “desenvolvimento”... Um Capelino Exilado!

Sem nenhuma outra pretensão, além de semear coisas boas, que pudessem me manter em contato com a missão e com meus irmãos, era a expressão do Jaguar Exilado. Apenas isso... Mas parece que a Espiritualidade tinha outros planos...

A dimensão do Exílio do Jaguar em nossa Doutrina hoje é muito maior que poderia imaginar. Até o momentos foram mais de 1.000 textos publicados, dois livros editados e outros dois aguardando a orientação da Espiritualidade para serem divulgados.

Kazagrande