sexta-feira, 2 de junho de 2017

ESSA TAL JUSTIÇA DIVINA



Meus irmãos e irmãs, Salve Deus!

Muitas vezes olhamos para o alto e questionamos Deus sobre sua justiça. Não entendemos como pode haver tanta injustiça no mundo e até mesmo em nossas vidas! Salve Deus! Pelo conhecimento que adquirimos nesta caminhada, já não temos este direito.

Entendemos claramente que a Lei do Reajuste sempre está presente, e que mesmo com o perdão, ainda existirá a necessidade de reequilibrar o que desajustamos por não saber amar. Não recordamos do passado, das outras vidas, e devemos até agradecer por isto. Afinal, como receberíamos, no seio de nossa família, nossa mais sofrida vítima, ou nosso mais terrível algoz? Com o Divino esquecimento podemos nos unir até por laços familiares e reajustar por amor. Sim! A premissa de todo reajuste sempre será “primeiro por amor”, restando a dor quando não conseguimos, novamente, amar!

Observamos também, aflitos, tantas situações por toda nossa cidade, nosso país, nosso planeta... Hoje a velocidade das comunicações permite conhecermos dramas de outras nações, por mais distantes que estejam, no momento que estão acontecendo. A chegada destas informações, na verdade, traz mas luz ao mundo, pois passamos a enxergar o que estava escondido e que sempre existiu. Podemos rezar mais pelos que sofrem, sabemos das dores que enfrentam e isso deveria despertar nossa consciência para a oportunidade que recebemos de nascer em uma pátria abençoada e participar de uma Doutrina com tantas possibilidades de trabalho.

Mas muitas vezes escolhemos questionar... Olhamos para o próprio umbigo  e consideramos nossa dor a pior possível! Nosso egoísmo nos leva a, de maneira insana, tentar rezar por nós mesmos, esquecendo tantos que precisam da energia da oração e do poder de nossos trabalhos. Vamos para Estrela pensando em arrumar emprego, ou em um salário melhor, e não recordamos da fome de tantos que a dureza de seus corações conduziu às provas de uma encarnação em condições e locais sem possibilidade de despertar pelo amor... Somente a dor enternecerá estes corações. E... Cada um escolhe a fatura a ser saldada na encarnação assumida.

Pensamos na corrupção de nosso país, hoje tão exposta, como a prova de que não vale a pena ser honesto. E não recordamos que há pouco tempo, na Itália, o juiz que iniciou trabalho parecido, foi brutalmente assassinado pela Máfia. Pensamos na criminalidade crescente e não lembramos que países do Oriente Médio e África vivem o terror no dia a dia com criminosos fardados protegidos pelo Estado.

A Justiça Divina somente poderá ser entendida quando passemos a refletir de uma maneira mais global, mais aberta. Recordemos quando Tia Neiva nos falou dos antigos Romanos, que dominaram pela guerra o velho mundo, promovendo as mais bárbaras atrocidades contra os que seriam escravizados, reencarnando na África para virem ao Brasil como escravos. Recentemente a Síria recebe antigos nazistas da Segunda Guerra, em situação oposta. Nascendo nas terras que consideravam de seres inferiores e lutando para retornar à Alemanha... Sem saber, inconscientemente, vão cumprindo seus karmas pela dor que provocaram expulsando, matando tantos naquela guerra, e hoje sentem o peso da expulsão de outra guerra. Quando suicidas tiveram a oportunidade de reencarnar neste “surto” de microcefalia, que “inexplicavelmente” quase desapareceu, mesmo continuando os mesmo índices da “zika” e com os mosquitos por aí.

A Justiça Divina sempre será perfeita. Nós que não temos a capacidade compreender tudo, ou nem devemos saber tudo. A necessária compreensão de nossos pequenos dramas surgirá com o reconhecimento do que ainda precisamos mudar, do que ainda falta para evoluir. E, se pudermos cumprir com amor, se pudermos semear o perdão que também precisamos pedir, a vida será leve. A dor nem sempre pode ser evitada, mas o sofrimento sempre será uma escolha.

Kazagrande

5 comentários:

Concordo plenamente meu irmão, e tudo so depende de uma coisa CONSCIENCIA quando nos conscientizarmos de tudo isso que nos foi entregue ai sim vamos enxergar a dor com outros olhos, ai entra aquela celebre frase, "A dor é inevitavel, mais o sofrimento é opcional"

Salve Deus!
Recentemente passei por uma situação desta, mas pela força de Deus, Jesus Cristo e todos os Mentores de Luz que me acompanham, pude voltar a enxergar que estamos aqui para servir ao próximo, e que nossas dores são para refletirmos e servirem como aprendizado em nossas vidas. Salve Deus!

Salve Deus MESTRE!!
Esse texto me fez refletir tanto que me faltam as palavras para comentar algo... Me senti tão egoísta, tão pequena diante do mundo e do sofrimento humano...
Precisamos da consciência, do esclarecimento para que nos tornemos o "Homem Luz" o "Homem Evangelizado" de que tanto Tia Neiva falava!
Ainda falta tanto pra isso...
Grata Sempre!

Salve Deus!!! Com a força de Deus consegui superar a dor de traição de meu companheiro um algoz de outras vidas. Achei que n ia dar conta com tantas traições da pessoa que escolhi como marido, mais Deus está me ajudando a cada dia conseguir perdoar e muda minha realidade.

Postar um comentário

Comente com amor! Construa, não destrua! Críticas assim serão sempre bem vindas.