Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Um novo amanhecer no exílio

Olhei pelo retrovisor do carro e vi a cidade de Santa Cruz de la Sierra ficando menor, mais distante…
Lembrei-me do difícil começo aqui na Bolívia... Do quando me custou entender a missão que se descortinava e também do momento em que a percepção se abriu e entendi o caminho que naturalmente devia seguir.
Ali conquistei meu espaço! Nasceu o Exílio do Jaguar e encontrei vocês, meus verdadeiros irmãos, que me sustentam nesta pequena jornada que por ora me é confiada. Ali também coloquei em prática tudo que nossa Doutrina ensina e com simplicidade passei a seguir minhas intuições e o caminho que naturalmente se abria. A vida material deu uma inexplicável guinada, do zero absoluto, onde literalmente a última moeda foi gasta, à criação de meu próprio trabalho, fazendo o quê eu gosto, ajudando muita gente e ainda recebendo bem por isso.
E agora estou novamente rumo ao recomeço... Em uma cidade nova, com gente desconhecida, com um novo trabalho a ser implantado para a garantia do sustento fami…

Semana Santa - Tradição Católica

Comer carne...Mestre, não somos católicos e nem cultuamos o Jesus Crucificado, e sim o “Caminheiro”, por tanto não deve ter problema comer carne na Sexta-Feira Santa, estou certo?   
Salve Deus! Essa dúvida um dia já foi minha, e sei que ainda é a de diversos médiuns novatos, e até antigos de Doutrina do Amanhecer. Por isso resolvi postar diretamente aqui, no “Exílio do Jaguar”, esta resposta.
Tia Neiva sempre guardou um profundo respeito pela Igreja Católica, berço de sua educação espiritual. Sentia-se emocionada sempre que um padre a visitava, fazendo questão de uma especial deferência por parte de todos.
Em nossa Doutrina, levamos em consideração toda a jornada missionária de Jesus, mesmo sem fazermos uso da imagem do “Cristo Crucificado”, ensangüentado e sofrido.
A mensagem de Jesus, o Caminheiro, traduzida em Amor, Humildade e Tolerância, suplanta a mensagem de martírio tão necessária para comover os embrutecidos por sofrimentos menores. Jesus, quando encarnado, sofreu verdadeirament…

Salve Deus Ninfa vamos para os Tronos? (Rep.)

Uma pergunta aparentemente tão simples de fazer e responder, mas que muitas vezes coloca todo nosso dia de Trabalho Espiritual em xeque. Mas por quê?
Uma Ninfa Lua é orientada em seu Desenvolvimento a aceitar sempre o convite, mas existem algumas situações, causadas pelos próprios Doutrinadores, que tornam difícil a resposta imediata.
Para um Doutrinador emplacado, também às vezes é difícil, até mesmo fazer a pergunta.
Para o Ajanã, tão assediado comumente, também pode ser difícil responder...
Vamos ver caso a caso:
A Ninfa recém emplacada normalmente aceita todos os convites que recebe. Está com toda a energia para trabalhar! Existe a natural insegurança, causada pela responsabilidade de ir tão rapidamente tratar de vidas humanas, porém, seu desejo de começar logo a missão que lhe é confiada, fala mais alto, e na maioria das vezes parte para a realização.
Com o passar do tempo, começa a identificar situações que a tornam mais “seletiva”... Imaginem como uma Ninfa, recém emplacada, se sente…

Aninha - Uma história real - A pedidos

Aninha era uma médium apará que aparentemente em um “descuido”, acabaram emplacando. Estava sempre no templo! Ia tanto ao templo, que creio que nem dava tempo de lavar o vestido, que um dia fora branquinho. Exalava um cheiro característico da falta de banho e ainda tinha os dentes mal cuidados, que aliado ao cabelo eternamente despenteado contribuía para seu aspecto quase asqueroso. Na mesa evangélica, esmurrava e gritava, além de constantemente “segurar” a incorporação, fazendo muito “mestrão” suar para concluir a elevação no fim do trabalho.
Aninha também estava todos os domingos no desenvolvimento. Freqüentava todas as aulas, repetia as aulas de Iniciação. Todo domingo perguntava ao responsável se já podia iniciar, recebendo não como resposta, não dava ouvidos e continuava como se nada tivesse passado.
Quando Clodomiro assumiu a Coordenação do desenvolvimento, reparou Aninha ela já devia estar há mais de um ano nas aulas de Iniciação.
Sabia que ela nunca ia aos tronos porque ninguém s…

Elisa (uma história real - rep.)

Elisa aguardava ansiosa o inicio do trabalho de Leito Magnético. Havia se preparado para aquela data. Trocado o seu plantão no hospital, encontrado uma amiga para ficar com as crianças e deixado o jantar preparado para seu marido, que não era da Doutrina. Também já havia combinado com antecedência com o Mestre da Lança.
Poder participar de um Trabalho de Leito Magnético era muito difícil para ela. Além de todos os preparativos que tinham que estar organizados com antecedência, ainda tinha a questão do horário de entrada, que nem sempre permitia que jantasse antes de chegar, e de saída, tarde da noite, próximo do última condução para voltar para casa, e também levar a indumentária para o trabalho em uma bolsa enorme, para não amassar muito.
Mas fazia sempre com muito amor! Programava-se para a cada três meses poder estar presente. Queria participar mais, mas tinha a família, o trabalho material, tudo em considerar.
Quando chega o dia, passava sentindo a vibração desde que acordava. Às vez…

Vibrações

Existe em nosso meio uma grande preocupação em relação às vibrações que recebemos, principalmente as negativas, e, infelizmente, nem sempre em relação às vibrações que emitimos.
Mesmo sendo Jaguares, Mestres e Ninfas que dispõem de um plexo iniciático, nos preocupamos pelo que podemos estar recebendo... Ficamos pensando se o “outro” está nos vibrando, inveja, ciúme, maldade, incompreensão e mesmo se não tem uma “macumba” em nossa direção.
Sim, as vibrações existem e nos afetam, porém existem formas de anular por completo qualquer vibração negativa, que possa tentar nos atingir, e como médiuns preparados, temos a obrigação de saber como agir, e principalmente não se preocupar, o quê geraria uma “retribuição” injusta da carga que poderíamos receber.
Vamos analisar um pouco sobre nosso dia a dia... Estamos sujeitos a toda sorte de incompreensões, por parte daqueles que não podem perscrutar nossos sentimentos e conhecer nossas reais intenções. A inveja pelos nossos sucessos, ou o julgamento …

Gravação de Tia Neiva – Parte 2

Vibrações
... E eu vos direi que, pela passagem de tua história saberás o que te reservarás, pelas passagens na tua história, saberás o que te reservarás!
Deus nos deu a inteligência e o poder que fala pelas vibrações. Preste atenção na tua história, e sem caluniar este ou aquele, veja na Lei do Auxílio o que poderás mudar.
Se tens capacidade de acalmar algumas passagens prementes de tua história no livro de tua vida.
Meu filho, meu irmão, nenhum homem pode ser feliz se estiver rodeado de vibrações e discórdia.
As forças vibratórias que vêm dos que estão em harmonia com os poderes superiores, forças de vibrações harmoniosas, são tanto mais fortes transmitidas pela lei do auxílio.
A Lei do Auxílio, meu irmão, é o desejo de caridade, de estar sempre preparado e indo em auxílio de um desamparado, dos desamparados.
A Lei do Auxílio é estar sempre pronto emitindo o bem, esclarecendo, mesmo quando não temos capacidade de auxiliar os outros, auxiliar a nós mesmos.
E se não estivermos em condiçõe…

Trino Araken – 3

Dando seqüência aos áudios com o Trino Araken. Kazagrande
Cada reencarnação é uma rica e feliz oportunidade que é dada a um Espírito. E nós, além do compromisso cármico, viemos com a oportunidade de exercer a Mediunidade para evoluirmos e facilitar a nossa libertação.
Escuto falarem em “cobradores” como se fossem um castigo. Contudo, muitas vezes aquele cobrador é até melhor que você! Você teve a oportunidade de uma encarnação e ele ainda não, mas não podemos afirmar que ele não estaria fazendo melhor que nós mesmos.
Meus irmãos, para se doutrinar um Espírito, para mostrar o caminho para um Espírito, é preciso ter emanação, senão ele não vai lhe ouvir nunca:
- Este camarada aí??? O quê é que ele tem? Só fala da boca para fora! O quê ele pode fazer por mim? Em quê ele pode me ajudar?
E é verdade meus irmãos!
Quantas vezes saem espíritos decepcionadíssimos, às vezes até revoltados. Querendo é cobrar do Mentor que lhe trouxe até aqui.
Pois ele chega aqui e sai daqui hiper-revoltado. Isso é muito…